Nobel de Física não tem passaporte para receber o prêmio

O japonês Toshihide Maskawa, vencedor do Prêmio Nobel de Física, é um grande especialista nos mecanismos que estabeleceram nosso Universo, mas não tem passaporte para viajar a Estocolmo e receber a premiação, revelou sua esposa.

AFP |

Maskawa, 68 anos, é um dos três físicos que venceu o Nobel pelos trabalhos sobre a "ruptura da simetria" entre materia e antimatária no momento do Big Bang, fenômeno que os cientistas consideram a causa da formação do Universo.

Sua mulher, Akiko, revelou à imprensa que o marido nunca viaja ao exterior e não fala inglês, a língua mais utilizada pela comunidade científica.

"Se quiser ir à cerimônia de entrega do prêmio, primeiro terá que tirar um passaporte", afirmou Akiko em Kyoto, onde o marido é professor de honra no Instituto de Física das Partículas.

Cada vez que Maskawa é convidado ao exterior para receber um prêmio ou dar palestras, o colega Makoto Kobayashi, que compartilha com ele o Nobel, o substitui.

Os dois japoneses venceram o Nobel ao lado do americano de origem japonesa Yoichiro Nambu.

kdf-oh/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG