Nobel da Paz recorrerá em setembro da condenação em Mianmar

Bangcoc, 28 ago (EFE).- A líder da oposição birmanesa e Nobel da Paz Aung San Suu Kyi recorrerá na próxima semana da condenação a 18 meses de prisão domiciliar que recebeu em Mianmar, informa hoje a imprensa tailandesa.

EFE |

Nyan Win, um dos advogados que defende a birmanesa, disse que se reuniu com ela ontem para concretizar os detalhes do recurso que apresentará à Justiça de Yangun, antiga capital e maior cidade do país.

Suu Kyi está confinada em sua casa em condições piores às que tinha antes da sentença, segundo disse o mesmo advogado na terça-feira passada.

A Nobel da Paz foi condenada este mês a três anos de trabalhos forçados por violar em maio as condições da prisão domiciliar, embora a pena tenha sido reduzida depois para um ano e meio de reclusão em casa.

O cumprimento da sentença impedirá a opositora de participar das eleições parlamentares de 2010. EFE grc/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG