No Rio, presidente russo conhece projetos da Petrobras e visita Maracanã

Rio de Janeiro, 25 nov (EFE).- No primeiro dia de sua visita oficial ao Brasil, o presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, conheceu alguns pontos turísticos do Rio de Janeiro, visitou a Petrobras e se reuniu com autoridades locais.

EFE |

Em uma das atividades programadas para esta terça-feira, Medvedev se reuniu com o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, que lhe apresentou detalhes dos grandes projetos da empresa para explorar petróleo em grandes profundidades.

O vice-presidente da estatal russa Gazprom, Alexander Medvedev, que também participou do encontro, manifestou a jornalistas o interesse da empresa em se associar com Petrobras em futuras licitações de blocos de prospecção e produção em bacias sedimentares brasileiras.

A Gazprom e a Petrobras têm um acordo para estudar possíveis associações conjuntas e agora a empresa russa se propõe abrir um escritório de representação no Rio de Janeiro, disseram membros da comitiva do presidente russo.

"A visita tem como objetivo identificar oportunidades de cooperação entre a Petrobras e empresas russas em áreas como prospecção e produção de petróleo e gás natural, pesquisa e desenvolvimento, serviços e biocombustíveis", disse a Petrobras em nota oficial.

Para aumentar a produção de petróleo e gás natural no Brasil, a Agência Nacional de Petróleo (ANP), que regula o setor, organiza todos os anos leilões de campos petrolíferos, que atraem o interesse de empresas nacionais e estrangeiras, algumas delas sócias da Petrobras.

Medvedev também conheceu mais da produção de biocombustíveis, negócio no qual o Brasil é líder mundial, e foi guiado por Gabrielli em uma exposição sobre os processos de produção de óleo derivado de sementes oleaginosas e de etanol da cana-de-açúcar.

O anfitrião presenteou o presidente russo com um mostruário com pequenos frascos de biodiesel extraído de sementes de mamona, girassol, soja e palmeira. Depois, os dois posaram para fotos.


Medvedev visita Rio de Janeiro nesta terça-feira / AP

Antes de ir à Petrobras, o presidente russo depositou uma coroa de flores no Monumento aos Pracinhas, e, depois de deixar a sede da estatal petrolífera, foi a um almoço oferecido pelo governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral.

No encontro, o presidente expressou o interesse de seu país em aumentar as relações comerciais com o Brasil. Mais tarde, Medvedev foi conhecer o estádio do Maracanã, acompanhado por autoridades locais.

Em seu último compromisso oficial do dia, o chefe de Estado russo jantará com seu colega brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, no primeiro encontro dos dois presidentes durante esta visita de Medvedev.

Já na quarta-feira, segundo o Ministério das Relações Exteriores do Brasil, os dois chefes de Estado terão uma reunião a portas fechadas no prédio do Itamaraty no Rio de Janeiro. Em seguida, abrirão seu encontro a suas respectivas comitivas, assinarão acordos e divulgarão uma declaração à imprensa.

Ainda segundo a Chancelaria, os dois países têm como meta, até 2010, elevar para US$ 10 bilhões as trocas comerciais entre ambos, atualmente de US$ 7,3 bilhões.

Além disso, os dois presidentes manifestarão suas intenções de acelerar a cooperação bilateral nas áreas energética, nuclear, aeroespacial e agrícola.

Medvedev deixará o Rio de Janeiro na quarta, ao meio-dia, quando seguirá para a Venezuela, próxima etapa de uma viagem que também o levará a Cuba.

Leia mais sobre Medvedev

    Leia tudo sobre: medvédev

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG