No Peru, tremor deixa um morto e cinco feridos

Lima, 8 jul (EFE).- Um homem de 93 anos morreu e outras cinco pessoas ficaram feridas durante um terremoto de 5,8 graus de magnitude na escala Richter que sacudiu hoje o departamento de Arequipa, informou a imprensa local.

EFE |

O movimento sísmico, que ocorreu às 6h13 de Brasília, causou a morte de Florentino Morales Cayo, segundo a emissora "Radio Programas" do Peru (RPP).

Cayo foi levado por seus familiares a um hospital e ao meio-dia de hoje faleceu em virtude dos fortes traumatismos, segundo as autoridades locais de saúde.

O diário "Peru.21" declarou em sua edição digital que outras cinco pessoas ficaram feridas durante o tremor, o mais forte deste ano no país, que também causou rachaduras em casas e danos em estradas, segundo os reportes oficiais.

O Instituto Geofísico da Universidade de Santo Agostinho (UNSA) de Arequipa disse que o movimento teve 17 minutos de duração, embora só tenha sido percebido pela população quando atingiu sua maior intensidade, durante 25 segundos.

O diretor do instituto, Armando Minaya, relatou à agência oficial "Andina" que não foram registradas réplicas depois do forte movimento, embora tenha explicado que não se descarta que estas possam ocorrer nas próximas horas.

O Instituto Nacional de Defesa Civil indicou que a Direção de Hidrografia e Navegação da Marinha de Guerra do Peru descartou a possibilidade de um tsunami na zona litorânea de Arequipa.

Segundo o Instituto Geofísico do Peru (IGP), o terremoto teve seu epicentro a 28 quilômetros sob a superfície da localidade de Chuquibamba, a 53 quilômetros da cidade de Arequipa e 721 quilômetros ao sudeste de Lima. EFE dub/bm/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG