No México, líder zapatista aparece pela primeira vez em 2008

México, 3 ago (EFE).- O líder da guerrilha zapatista, o subcomandante Marcos, reapareceu este final de semana após vários meses de ausência em um ato com simpatizantes de seu movimento que visitam o estado de Chiapas, no sul do México, informou hoje a imprensa local.

EFE |

Marcos, que ainda não tinha sido visto em público este ano, reconheceu que seu principal erro nesses anos de luta foi ter chamado a atenção da mídia.

"Se pudesse mudar alguma coisa, seria isso, não ter aparecido tanto para a imprensa", disse o dirigente rebelde em entrevista publicada em abril no livro "Corte de caja", da jornalista mexicana Laura Castellanos.

Os zapatistas, que contam com membros em Chiapas, tomaram as armas em 1º de janeiro de 1994 e Marcos se tornou sua principal figura, mas sua estrela midiática foi ofuscada no contexto das controvertidas eleições presidenciais de 2006, que polarizou o país, e pelo aumento da violência do crime organizado.

Na edição deste domingo, o jornal "La Jornada" publicou duas fotografias na quais se vê Marcos com o "tenente-coronel Moisés", do Exército Zapatista de Libertação Nacional (EZLN).

O líder zapatista recebeu na zona rebelde de La Garrucha integrantes da Caravana Nacional de Observação e Solidariedade com as Comunidades Zapatistas, que denunciaram a incursão de forças federais.

"Entre ganhar e perder, os zapatistas escolheram lutar", disse Marcos aos membros da Caravana, destacou o jornal "La Jornada", que diz que esta é a primeira aparição pública do chefe rebelde este ano. EFE gt/wr/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG