No méxico, 26 corpos são encontrados em um prédio

Corpos estavam em avançado estado de decomposição e não se pôde determinar a procedência e a causa da morte

EFE |

Vinte e seis corpos "em avançado estado de decomposição" foram encontrados nesta quarta-feira em um prédio no estado mexicano de Durango, no norte do país, informou o Governo estadual.

Em comunicado, o Governo de Durango assinalou que a operação concentrou esforços de agentes federais e estaduais no bairro Las Fuentes, situado na capital do estado.

"Durante a tarde desta quarta-feira, agentes federais com o apoio das corporações estaduais efetuaram uma operação em busca de restos ósseos em um terreno situado na Rua Constituyentes, no bairro Las Fuentes", acrescentou a fonte.

Segundo a informação, a Promotoria "confirmou que 26 corpos humanos foram encontrados em avançado estado de decomposição, pelo que não se pôde determinar sua procedência e a causa de sua morte".

Durango é um dos estados mexicanos afetados pela violência causada pelo narcotráfico e onde, segundo diversas fontes, se esconde Joaquín "El Chapo" Guzmán, líder do cartel das drogas de Sinaloa.

Desde a primeira semana de abril, foram encontrados 145 corpos em várias valas clandestinas no município de San Fernando, no estado de Tamaulipas. Os crimes são atribuídos ao cartel Los Zetas.

    Leia tudo sobre: MÉXICOVIOLÊNCIA (Ampliação)

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG