No Dia da Terceira Idade, Ban condena violação aos direitos dos idosos

Nações Unidas, 1º out (EFE).- O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, lembrou hoje que os direitos dos idosos são violados diariamente, apesar do compromisso assumido pelos Estados-membros da organização de assegurar seu respeito.

EFE |

Em sua mensagem por ocasião do Dia Internacional da Terceira Idade, Ban disse que, há seis anos, durante a Assembléia da ONU sobre o Envelhecimento Mundial, a comunidade internacional se comprometeu a pôr fim à discriminação aos idosos.

"Apesar desse compromisso, os direitos dos idosos são violados diariamente em muitos lugares do mundo", afirmou o secretário-geral.

Ban disse que essa parcela da população é discriminada no mercado de trabalho e não recebe a atenção e o respeito devidos na esfera social.

"Eles são privados de uma participação completa nos assuntos sociais, econômicos, culturais e políticos", acrescentou.

Segundo o diplomata, os direitos dos idosos, tema deste ano do Dia Internacional da Terceira Idade, casam particularmente bem com o 60º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

O secretário-geral advertiu que, em muitos países, os casos de abusos, negligência e violência contra idosos não são episódios raros ou isolados.

"É preciso melhorar substancialmente as políticas dirigidas aos idosos e incorporar suas preocupações ao marco político", acrescentou. EFE jju/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG