No dia da Independência, Obama pede reforma econômica e social

No dia em que os Estados Unidos comemoram sua independência, o presidente Barack Obama fez um apelo em seu discurso semanal pela implementação de reformas econômicas e sociais no país, dizendo-se confiante de que os americanos conseguirão superar seus atuais desafios.

AFP |

Obama pediu aos americanos que apóiem as iniciativas de produção de energia limpa no país, "para que possamos acabar com nossa dependência do petróleo estrangeiro", destacou.

Todos os sábados, Obama faz um discurso no rádio em cadeia nacional.

O presidente afirmou que, para construir as bases do crescimento e da prosperidade dos EUA, os americanos precisarão repensar seu sistema educacional e construir escolas que preparem as crianças para competir com trabalhadores de todo o mundo.

Além disso, estimou, os Estados Unidos devem submeter seu sistema de saúde a uma ampla reforma que reduza o custo do atendimento médico para todos os americanos.

Após falar do espírito que guiou os fundadores do país, Obama concluiu: "Não somos um povo que teme o futuro. Somos um povo que constrói o futuro. E neste 4 de julho temos que evocar este espírito mais uma vez".

mk/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG