No Chile, jovem acusa sacerdote de abuso sexual

Santiago do Chile, 18 mar (EFE).- Uma jovem chilena acusou de abuso sexual um sacerdote boliviano que atuava na cidade de Mejillones, no norte do Chile, segundo a imprensa local.

EFE |

A Justiça chilena liberou o sacerdote, identificado como Freddy Gutiérrez, e negou o pedido de prisão preventiva realizado pela Promotoria de Antofagasta.

No entanto, o Tribunal proibiu Gutiérrez de deixar o país. O acusado também não poderá se aproximar da vítima.

Em seu depoimento, a jovem disse que foi até o escritório do sacerdote na noite de terça-feira para lhe entregar um currículo. O boliviano, então, teria fechado a porta e lhe tocado, sem seu consentimento.

A suposta vítima denunciou o fato à Polícia, que foi até a casa de Gutiérrez e o deteve.

O boliviano, por sua vez, disse que foi provocado pela jovem e admitiu em seu depoimento que houve "beijos e carícias" entre os dois, mas não utilizou a força. EFE gs/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG