Nível de alerta sobre vulcão colombiano Galeras é reduzido

Bogotá, 14 mar (EFE).- As autoridades vulcanológicas da Colômbia baixaram neste sábado para o nível dois, ou laranja, o alerta sobre o vulcão Galeras, que na sexta-feira registrou a terceira erupção em um mês.

EFE |

Uma redução notável por lapsos longos na atividade sísmica do monte levou o Observatório Vulcanológico e Sismológico da cidade de Pasto a baixar o alerta, cuja declaração no nível máximo, o vermelho, esteve vigente por 24 horas.

O centro científico explicou em um novo relatório extraordinário que a atividade sísmica do vulcão se reduziu para sinais que se correlacionam com processos de emissão de gases.

Além disso, o serviço vulcanológico disse que o Galeras expulsou este sábado uma cinza fina de cuja queda foram recebidas notícias de Llanada e Sandoná, localidades de Nariño, departamento do que Pasto é capital.

A emissão de dióxido de enxofre também se manteve, acrescentou o Observatório de Pasto, e disse que este gás, que é de origem magmática, se dispersou em direção noroeste da cúpula em atividade.

Cerca de oito mil pessoas vivem na área de influência do Galeras, que se reativou em 1988 e que cinco anos mais tarde registrou uma erupção na qual morreram nove especialistas que subiram ao cume em tarefas de pesquisa.

A zona de risco é formada por zonas rurais de Pasto e seis localidades situadas nos arredores do vulcão, que tem uma altitude de 4.276 metros, a 700 quilômetros de Bogotá. EFE jgh/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG