Nível da água em Veneza chega a 1,56 metro, recorde em 22 anos

ROMA - O aumento da maré em Veneza, conhecida como água alta, chegou hoje ao 1,56 metro acima do nível do mar, um dado que não era registrado há 22 anos e que provocou inundação em quase toda a cidade.

EFE |

O centro de previsões das marés da prefeitura de Veneza lançou o alarme diante da possibilidade de que o nível da água chegasse a 1,60 metro, o que não ocorria desde 1979, e que teria significado a inundação completa de todo o território.


Cidade amanheceu sob água / AP


No entanto, os especialistas do centro de previsões disseram que o alarme foi retirado, devido à mudança do vento, que variou sua direção e está mais moderado, por isso a água começou a baixar.

Esta manhã, as sirenes soaram na cidade para advertir do perigo de água alta tanto aos venezianos quanto aos turistas.

Para amanhã, o centro de previsões das marés anunciou que a "aqua alta" (maré cheia)  descerá até 90 centímetros, por isso, do alarme vermelho, se passará ao laranja.

No entanto, o prefeito de Veneza, Massimo Cacciari, advertiu que a cidade está praticamente inundada e pediu aos cidadãos para se movimentar o mínimo possível, lembrando que este tipo de cheia extraordinária só ocorre a cada vários anos.

A mais grave "aqua alta" de Veneza ocorreu em 4 de novembro de 1966, quando o nível do mar subiu 1,94 metro, em um momento no qual a Itália enfrentava inundações catastróficas.

Leia mais sobre Veneza

    Leia tudo sobre: veneza

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG