Nippon Steel vai dobrar corte de produção de aço

TÓQUIO (Reuters) - A Nippon Steel, segundo maior grupo siderúrgico do mundo, informou nesta terça-feira que vai dobrar para 12 por cento o corte programado de produção para o período de outubro a março, em relação à primeira metade do ano fiscal, em resposta à demanda em desaceleração. O presidente da Nippon Steel, Shoji Muneoka, afirmou que os planos da companhia para cortar a produção entre 2 e 2,2 milhões de toneladas no segundo semestre fiscal, principalmente de folhas de aço, deve-se pela demanda de montadoras de veículos em rápida desaceleração.

Reuters |

"O aperto de crédito está afetando a economia real, companhias estão enfrentando dificuldades para levantar recursos e assegurar linhas de financiamento", disse Muneoka, durante reunião da Federação de Ferro e Aço do Japão.

Os cortes de produção das produtoras de aço japonesas ainda são relativamente pequenos, em cerca de 10 por cento, comparado com uma redução planejada de 30 por cento anunciada pela ArcelorMittal, o maior grupo siderúrgico do mundo.

Siderúrgicas chinesas também estão planejando grandes cortes de produção por causa da grande dependência delas a aço para construção civil.

Muneoka acrescentou que a Nippon Steel vai continuar com seus programas de investimento com o objetivo de corte de custos, mas vai verificar com cuidado que planos de expansão de capacidade são necessários.

A Nippon Steel havia informado mês passado que cortaria a produção em 1 milhão de toneladas nos seis meses até março, o que é equivalente a 6 por cento de sua produção total.

Na semana passada, a terceira maior siderúrgica do mundo, JFE Steel Corp, informou que iria triplicar as reduções de produção programadas para o segundo semestre fiscal, para 1,5 milhão de toneladas, o que representa um corte de 9,6 por cento.

(Por Yuko Inoue)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG