Nigeriano suspeito de tentar atentado em avião tinha visto iemenita vencido

Sana, 31 dez (EFE).- O nigeriano Umar Farouk Abdulmutallab, suposto autor do atentado frustrado contra um avião da companhia americana Delta no último dia 25, permaneceu cerca de dez semanas no Iêmen com o visto vencido.

EFE |

Fontes da Academia de Idiomas de Sana, onde o nigeriano estudava árabe, disseram à Agência Efe que, em 21 de setembro, as autoridades do aeroporto da capital iemenita o convidaram a deixar o país, e desde então não tiveram notícias do nigeriano.

O Ministério da Defesa iemenita informou hoje em seu site que Abdulmutallab viajou do Iêmen a Adis-Abeba no último dia 7, cerca de 11 semanas depois que expirar o visto que obteve para poder estudar árabe no país.

Segundo as autoridades iemenitas, Abdulmutallab visitou o Iêmen duas vezes: a primeira, de 2004 até 2005, e a segunda, de agosto deste ano até este mês.

O grupo Al Qaeda na Península Arábica se declarou, no último dia 28, autor da tentativa de atentado contra o avião, que fazia um voo entre Amsterdã e Detroit, em comunicado divulgado em fóruns islâmicos na internet. EFE ja/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG