Nigeriano é indiciado nos EUA por tentar explodir avião

Washington, 6 jan (EFE).- Um júri dos Estados Unidos indiciou hoje o nigeriano Umar Farouk Abdulmutallab pela tentativa de destruir no último dia de Natal um avião que tinha o aeroporto de Detroit como destino.

EFE |

A ação apresentada em Detroit incluiu seis acusações, entre elas uso de uma arma de destruição em massa e tentativa de assassinato, assim como tentativa de homicídio no interior de um avião dentro da jurisdição dos EUA.

Outra acusação indica que o nigeriano, de 23 anos, também tentou instalar uma bomba e que estava em posse de uma arma para cometer um crime violento.

Na Justiça americana o júri de investigação se encarrega de estabelecer se existem fundamentos e provas conclusivas para iniciar um julgamento.

As acusações colocadas contra o nigeriano poderiam representar uma condenação à prisão perpétua, como informou o secretário de Justiça, Eric Holder.

Holder disse que a investigação do caso foi acelerada. "Já produziu valiosas pistas que seguiremos até onde for necessário. O que for responsável pelo ataque será levado à Justiça mediante todos os instrumentos, militares ou judiciais, que nosso Governo dispor", afirmou.

"A tentativa de assassinato de 289 inocentes merece as acusações mais graves e isso é o que fizemos nessa acusação", disse, por sua vez, Barbara McQuade, promotora do distrito de Michigan. EFE ojl/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG