Tamanho do texto

O nigeriano Mohammadu Bello Masaba, de 84 anos, concordou em se divorciar de 82 de suas mulheres e, agora, restam-lhe apenas quatro, para cumprir a lei islâmica.

Bello Masaba, habitante de Nupeland, no estado de Níger, "aceitou, no sábado à noite, conservar apenas quatro mulheres para se enquadrar ao santo Corão", informou a agência local de notícias NAN, neste domingo.

Um dos principais conselhos islâmicos do país, o Jamatu Nasr al Islam (JNI), decidiu, em 21 de agosto, punir esse polígamo com a morte, mas as autoridades locais lhe concederam um prazo de dois dias para acatar a "sharia", sob pena de ter de abandonar o estado.

Segundo a NAN, Bello Masaba acabou cedendo depois de uma reunião com vários religiosos no sábado à noite, apesar de horas antes ter se mostrado inflexível ao assegurar que não havia cometido crime algum.

"Todas as minhas mulheres têm filhos e, com algumas delas, eu me casei há mais de 30 anos. Como podem me pedir que as deixe em dois dias?", alegou.

Os trâmites para esse número inacreditável de divórcios começam neste domingo, acrescentou a agência.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.