Níger votou sim para prolongação de mandato e reeleição presidencial

Os nigerinos aprovaram uma Constituição que permitirá ao presidente Mamadu Tandja permanecer mais três anos no poder e se apresentar nas próximas eleições, segundo resultados oficiais anunciados nesta sexta-feira após o referendo de terça-feira passada.

AFP |

O "sim" ganhou com 92,50% dos votos e a participação na consulta foi de 68,26%, segundo a comissão eleitoral.

Seis milhões de nigerinos estavam convocados a comparecer às urnas para se pronunciar sobre a adoção de uma nova Constituição, que agora permitirá que Tandja - que deveria se aposentar em dezembro depois de dois mandatos consecutivos de cinco anos - se mantenha no poder até 2012, e volte a se apresentar de forma ilimitada.

A oposição, que multiplicou as manifestações e denunciou um "golpe de Estado" do presidente, pediu para que o povo boicotasse o referendo. A comunidade internacional pediu em vão que Tandja renunciasse a esta consulta.

Para conseguir seus fins, o chefe de Estado dissolveu em 26 de maio o Parlamento e, desde então, está governando através de decretos e adoção de "poderes excepcionais".

str/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG