Nicaragüenses marcham contra Ortega e o acusam de querer instalar ditadura

Manágua, 20 jun (EFE).- Sandinistas dissidentes, conservadores e ativistas de organizações da sociedade civil protestaram hoje em Manágua contra o que consideraram pretensões do presidente Daniel Ortega de instaurar uma ditadura institucional neste país.

EFE |

Após marchar por diversos setores de Manágua, cerca de 3.000 pessoas participaram de uma concentração organizada em uma área central da cidade pelo Movimento Renovador Sandinista (MRS), o Partido Conservador (PC) e diversas organizações da sociedade civil.

O protesto foi convocado contra o fechamento de espaços políticos e para que Ortega escute os pobres acossados pela inflação e pela carestia da vida, segundo os organizadores.

Na concentração, durante a qual foram escutados gritos de "Democracia sim, Ditadura Não", participaram centenas de mulheres e jovens, assim como delegações representativas de alguns departamentos (províncias). EFE fm/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG