Nicarágua suspende relações com Israel por ataque a navios

Manágua, 1 jun (EFE).- O Governo da Nicarágua anunciou hoje o rompimento das relações diplomáticas com Israel ao condenar o ataque contra as embarcações que levavam ajuda humanitária a Gaza.

EFE |

Manágua, 1 jun (EFE).- O Governo da Nicarágua anunciou hoje o rompimento das relações diplomáticas com Israel ao condenar o ataque contra as embarcações que levavam ajuda humanitária a Gaza. "O Governo da Nicarágua suspende a partir desta data as relações diplomáticas com o Governo de Israel", disse Rosario Murillo, mulher do presidente Daniel Ortega, em breve mensagem divulgada pela imprensa local. O Governo do país centro-americano não confirma por quanto tempo serão suspensos os vínculos diplomáticos com Israel. O ataque israelense à frota de seis navios que levava mais de 750 pessoas aconteceu na madrugada de segunda-feira, e causou pelo menos nove mortes, deixando mais de quarenta pessoas feridas, segundo as últimas informações confirmadas. A Nicarágua "condena o criminoso ataque realizado pelo Governo de Israel contra a frota composta por ativistas humanitários desarmados que viajavam a caminho a Gaza em uma missão humanitária para levar assistência aos habitantes palestinos e árabes que vivem sob o bloqueio de seu território", disse a primeira-dama. Rosario Murillo acrescentou ainda que Manágua destaca "a ilegalidade do ato cometido por Israel em águas internacionais, em clara violação das leis e do direito internacional humanitário". Manifestou que o presidente Ortega, em nome do Governo da Nicarágua, expressava, além disso, sua solidariedade e "profunda condolência" aos familiares das vítimas e aos Governos dos países cujos cidadãos foram "assassinados", e disse que os demais integrantes da frota devem ser imediatamente libertados por Israel. O governo israelense afirma que os integrantes da frota humanitária são os verdadeiros responsáveis pelo incidente, e os soltados de seu país atuaram após terem sido atacados pelos ativistas. EFE fm/rr/fm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG