Nicarágua, El Salvador e Guatemala fecham fronteiras comerciais com Honduras

Manágua, 29 jun (EFE).- Os presidentes de Nicarágua, El Salvador e Guatemala anunciaram hoje em Manágua o fechamento das fronteiras comerciais terrestres com Honduras durante 48 horas, como medida de pressão para que o governante deposto Manuel Zelaya seja reconduzido ao cargo.

EFE |

O presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, fez o anúncio e informou que a medida foi respaldada por seus colegas de El Salvador, Mauricio Funes, e da Guatemala, Álvaro Colom.

Estes países integram o chamado Grupo CA-4, fruto de um acordo migratório, junto com Honduras.

"Tudo isto é porque estamos travando uma batalha pela democracia em meio ao drama em Honduras, já que sabemos que há repressão contra o povo hondurenho que protesta contra o golpe", disse Ortega.

Ontem, Zelaya foi retirado à força do poder ao ser detido e levado para a Costa Rica por militares hondurenhos.

No mesmo dia, o Congresso hondurenho nomeou Roberto Micheletti, até então presidente da casa, como novo chefe de Estado. EFE fm/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG