Neve na Europa fecha aeroportos, escolas e escritórios

LONDRES - Uma forte nevasca suspendeu viagens de trem e avião ao redor da Europa nesta segunda-feira, incluindo todos os vôos no principal aeroporto de Londres.

Redação com agências internacionais |

Também cobertas de neve, Paris e cidades vizinhas tiveram muitas viagens aéreas, ferroviárias e rodoviárias canceladas. O tráfego na capital alemã, Berlim, estava quase completamente parado.

Dezenas de milhares de pessoas foram aconselhadas a não ir ao trabalho em Londres, cidade que teve sua pior nevasca em quase 20 anos.


Sistema de transporte foi prejudicado em Londres / AP

Todos os ônibus tiveram suas viagens canceladas e centenas de escolas ficaram fechadas no país, deixando as crianças livres para brincar e montar bonecos de neve em seus jardins.

"Prefiro andar de trenó do que ir para a escola", disse Georgie Cunliffe, de 7 anos, que brincava em um parque londrino.

As condições parecidas às do norte europeu transformaram a Grã-Bretanha em um caos, já que sua infraestrutura não está preparada para tanto frio.

Líderes empresariais ingleses disseram que o prejuízo estimado somente na capital britânica é de 48 milhões de libras (69 milhões de dólares), devido à produtividade perdida.

Todos os vôos saindo ou chegando a Heathrow foram cancelados. Os outros três aeroportos comerciais de Londres sofreram atrasos severos e cancelamentos.

As autoridades rodoviárias alertaram para as péssimas condições para dirigir nas estradas do sul e do centro de Londres.

Os aeroportos de Dublin, Cork e Belfast também foram forçados a cancelar alguns vôos. Uma aeronave da Cyprus Airways escapou da pista pouco após aterrissar no aeroporto de Larnaca, no Chipre, mas não houve nenhuma consequência grave.

Mortes na Itália

Também na Itália a neve causa transtornos. Três pessoas morreram e 500 foram evacuadas de seus lares no domingo por causa das nevascas.

Milão, no norte, amanheceu coberta de neve, enqanto que em Trapani, na Sicília, um homem foi arrastado por uma corrente de um rio que transbordou e outra pessoa morreu num acidente de trânsito.

Além disso, um homem de 75 anos morreu provavelmente por causa do frio, enquanto dormia num prédio em construção em Lecco, norte da Itália.

Na França, vários vôos previstos nos aeroportos parisienses de Orly e de Roissy Charles de Gaulle sofreram atrasos. Uma forte nevasca sobre a capital francesa e o congelamento das calçadas causaram uma série de acidentes, sem provocar feridos graves.

A neve também caiu com força em inúmeras partes da Espanha, incluindo Madri, pertubando seriamente o tráfego. Uma tempestade interrompeu, além disso, o tráfego marítimo entre o porto espanhol de Algeciras (Andaluzia) e o Marrocos.

Vinte e cinco pessoas morreram e centenas ficaram desabrigadas em janeiro passado por causa das fortes tempestades na Espanha e na França.

Leia mais sobre nevascas

    Leia tudo sobre: nevascas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG