MADRI (Reuters) - Milhares de passageiros continuam presos no aeroporto Barajas, em Madri, neste sábado enquanto a neve mantém algumas pistas interditadas e aviões em solo. Apenas duas pistas do aeroporto estão funcionando, informou a emissora de televisão TVE, citando comentários do chefe de comunicações da operadora de aeroportos da Espanha AENA.

Cerca de 985 vôos eram esperados para decolar e aterrissar neste sábado, ante o movimento normal de 1.200 vôos, informou a AENA.

A operadora de aeroportos disse que se reuniu com autoridades de Barajas para tentar reestabilizar o serviço após uma das piores nevascas em décadas ter causado a interdição do aeroporto internacional por cinco horas na sexta-feira.

Mais neve caiu sobre a capital espanhola durante a noite, não deixando os passageiros descansarem, incluindo aqueles que viajam pela Iberia que já têm sofrido com os atrasos e cancalmentos por de uma greve dos pilotos da companhia.

A Espanha, assim como outros países da Europa, teve um inverno excepcionalmente frio.

(Reportagem de Inmaculada Sanz)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.