Nevasca prejudica tráfego aéreo e rodoviário em Seul

SEUL - Uma forte nevasca que castiga Seul e seus arredores desde a madrugada desta segunda-feira causou inúmeros problemas de trânsito e a suspensão do tráfego aéreo doméstico e de alguns voos internacionais, informa a imprensa sul-coreana.

EFE |

Reuters
Nevasca castiga a Coreia do Sul nesta segunda-feira

Segundo a agência meteorológica sul-coreana, desde a madrugada, caíram mais de 25 centímetros de neve sobre Seul, a maior quantidade registrada nos últimos 41 anos.

Diversas cidades da região metropolitana da capital e também da área central da Coreia do Sul receberam alertas por causa da neve, que cai sobre Seul de forma intermitente desde a semana passada.

Segundo a agência local "Yonhap", alguns ministros não conseguiram chegar a tempo à reunião do governo do presidente sul-coreano, Lee Myung-bak, na residência oficial, por causa da neve.

Até as 10h locais (23h de domingo em Brasília), todos os voos domésticos foram cancelados devido à neve no aeroporto de Gimpo, algo que não acontecia em nove anos, enquanto algumas rotas internacionais sofreram atrasos ou cancelamentos no aeroporto internacional de Incheon.

A Prefeitura de Seul mobilizou cerca de 3.500 funcionários e 1.200 veículos para remover a neve das ruas da capital.

Segundo a agência meteorológica sul-coreana, espera-se que a neve deixe de cair ao final da tarde de hoje, mas é provável que as ruas congelem devido à queda da temperatura que deve ocorrer após a nevada.

Durante toda esta semana, os termômetros de Seul não devem ficar acima dos -10°C.

Leia mais sobre: Coreia

    Leia tudo sobre: coreiacoréia do sulnevasca

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG