representante terrorista do Irã - Mundo - iG" /

Netanyahu vê Hamas como representante terrorista do Irã

Berlim - O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, disse que a organização palestina Hamas é um representante terrorista do Irã que nunca será capaz de reconhecer Israel, e insistiu em sua proposta de um Estado palestino desmilitarizado como base para um processo de paz.

EFE |

"O que há de errado na existência de um Estado palestino desmilitarizado, que não possa ser uma ameaça para Israel?", perguntou Netanyahu, em entrevista publicada hoje pelo diário alemão "Bild".

O primeiro-ministro israelense ratificou assim a proposta feita em seu discurso na Universidade de Bar-Ilan, recebida com rejeição pelo mundo árabe, incluindo o presidente egípcio, Hosni Mubarak, histórico defensor dos acordos de Camp David, por quem Netanyahu expressa "um grande respeito".

No entanto, Netanyahu afirmou que suas propostas não devem ser interpretadas como "condições prévias" para a retomada de um processo de paz, questão que afeta tanto a parte palestina como a Síria, a Arábia Saudita "e o resto do mundo árabe".

O premiê expressou seu ceticismo sobre a possibilidade de Hamas se transformar um dia em um interlocutor que possa negociar o processo de paz.

"O Hamas defende a destruição de Israel e o assassinato dos judeus. Se mudasse de opinião, deixaria de ser o Hamas", afirmou.

"O Hamas é praticamente o representante terrorista do Irã", afirmou, após defender que a primeira reação de "grande parte do mundo" diante da ofensiva no começo do ano na Faixa de Gaza foi de "simpatia" em direção a Israel, e só quando a imprensa começou a oferecer uma perspectiva parcial do ataque dos soldados israelenses mudou essa percepção.

Leia mais sobre: Irã

    Leia tudo sobre: irãisraelterrorismo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG