Netanyahu vai pedir prazo adicional para formar governo

O primeiro-ministro israelense designado, Benjamin Netanyahu, pedirá nesta sexta-feira ao presidente Shimon Peres um prazo adicional de duas semanas para formar seu governo, informou a presidência de Israel.

AFP |

Netanyahu pretende utilizar o período adicional para convencer o Partido Trabalhista, liderado pelo ministro da Defesa Ehud Barak, a se unir à coalizão governista.

Barak pediu na quarta-feira ao partido que reconsidere a proposta de Netanyahu para integrar o governo de direita, no qual a formação poderia tentar manter a pasta da Defesa.

O congresso trabalhistas deve adotar uma decisão na terça-feira, em uma sessão extraordinária.

Segundo o prazo imposto pela lei, Netanyahu deve formar um governo até domingo e apresentá-lo ao Parlamento. Caso contrário, tem que pedir ao presidente Peres um prazo adicional até o dia 3 de abril.

Netanyahu já dispõe de maioria absoluta no Parlamento graças ao apoio dos partidos religiosos e de extrema direita, mas ele deseja formar um governo ampliado que inclua pelo menos os trabalhistas.

ms/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG