Netanyahu pode discutir fronteiras e Jerusalém com palestinos

Por Allyn Fisher-Ilan JERUSALÉM (Reuters) - O governo israelense reagiu neste domingo a sinais de que os palestinos podem estar dispostos a retomar as negociações de paz dizendo estar pronto para discutir todos os principais temas, incluindo o status de Jerusalém.

Reuters |

Um assistente do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu disse, quando indagado sobre comentários do presidente palestino Mahmoud Abbas: "Israel não impõe em absoluto pré-condições para a retomada das conversas."

"Estamos prontos para discutir os principais pontos do conflito. Os palestinos podem trazer seus temas para a mesa e nós certamente levaremos os nossos", disse o funcionário sob condição de anonimato. "Estamos dispostos a discutir tudo."

Os comentários positivos dos dois lados vieram no momento em que George Mitchell, enviado especial do presidente norte-americano Barack Obama para o Oriente Médio, está prestes a lançar uma nova rodada de conversas na região nos próximos dias com a esperança de renovar as negociações interrompidas desde dezembro de 2008.

Abbas suspendeu as conversas com o antecessor de Netanyahu por causa da guerra de Gaza. Apesar da pressão dos EUA, Abbas vem insistindo que não irá negociar até Netanyahu interromper as construções nos assentamentos judeus na Cisjordânia e no leste de Jerusalém. Abbas considerou insuficiente o congelamento temporário e parcial ordenado por Netanyahu.

A coalizão de direita de Netanyahu reagiu descartando qualquer interrupção nas construções nos territórios ocupados em torno de Jerusalém, que Israel, em desafio às críticas internacionais, anexou à cidade que Netanyahu insiste ter como capital indivisível de Israel.

Entretanto, Abbas teria dito no sábado que Washington pode estar em condições de romper o impasse sobre a questão dos assentamentos apresentando uma agenda de negociações sobre questões-chave com vistas a uma solução abrangente para o conflito.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG