Netanyahu encurta visita à ONU para não coincidir com Ahmadinejad

Jerusalém, 10 set (EFE).- O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, cortou sua participação nos debates da Assembleia Geral das Nações Unidas, para não ter de se ver na mesma sala com o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad.

EFE |

Netanyahu viajará para Nova York dentro de duas semanas para o período de sessões da Assembleia Geral mas "decidiu encurtar sua visita com o objetivo de evitar se encontrar com o presidente do Irã", informa hoje o jornal Maariv.

Desta forma "a viagem que originalmente ia durar três dias ficou só em dois", prossegue a fonte, que antecipa que devido a essa mudança não estará provavelmente na sala quando discurse o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

"Em perspectiva histórica Netanyahu não quer ser fotografado com um ditador que nega o Holocausto e exorta à destruição de Israel", explica ao diário fontes próximas a primeiro-ministro.

Os lugares de Israel e do Irã, fortes inimigos, na Assembleia Geral estão muito próximos, pelo que não seria difícil tomar uma imagem conjunta de ambos os líderes quando ambos coincidam na sala, o que poderia ocorrer nas sessões mais importantes.

Netanyahu, que viajará para Nova York no dia 22 de setembro, não confirmou sua participação em um encontro trilateral na sede da ONU com Obama e com o presidente palestino, Mahmoud Abbas, para retomar o processo de paz do Oriente Médio.

Sua resposta se conhecerá depois da visita que este fim de semana deve realizar à região o enviado especial de Obama, o senador George Mitchell. EFE elb/fk

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG