Netanyahu e Livni se reuniram em sigilo (imprensa)

O chefe do Likud (direita), Benjamin Netanyahu, encarregado de formar governo em Israel, e sua rival Tzipi Livni, líder do Kadima centrista, se reuniram em sigilo para estudar a eventual formação de um gabinete de coalizão, indicou neste domingo a imprensa israelense.

AFP |

Os dois conversaram durante várias horas na noite de quarta-feira, na companhia de seus respectivos conjugues na residência de Livni em Tel Aviv, e falaram da possibilidade de uma rotatividade do poder, segundo rádios e jornais israelenses.

De acordo com a fórmula apontada, Netanyahu poderia dirigir o governo durante pelo menos três anos e Livni o sucederia durante o resto da legislatura, que em princípio tem duração total de 4 anos e 8 meses.

Segundo a imprensa, a maior divergência entre os dois está na maneira de lidar com os palestinos.

Livni exige que o programa de governo mencione a necessidade de criar um Estado palestino que coexista pacificamente junto a Israel, mas Netanyahu propõe condicionar as negociações a um rápido desenvolvimento econômico nos territórios ocupados e a um reforço da segurança por parte dos palestinos.

ChW/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG