Netanyahu e Barak chegam a acordo sobre coalizão em Israel

Jerusalém - O chefe do direitista Likud, Benjamin Netanyahu, chegou nesta terça-feira a um acordo com o líder do Partido Trabalhista e ministro da Defesa, Ehud Barak, para a formação do próximo Governo israelense.

EFE |

Equipes dos dois partidos passaram a noite negociando os últimos detalhes de um acordo que oferece aos trabalhistas entrar no Executivo de Netanyahu com cinco ministros, dois vice-ministros e ocupando um cargo de presidente de comissão parlamentar, segundo informa hoje a imprensa local.

Porém, o acordo de coalizão ainda não é definitivo já que, ainda hoje, Barak deverá submetê-lo à aprovação do comitê central do partido, formado por 1.470 pessoas e que pode cessar o andamento do processo.

Na última semana, muitas vozes dentro do trabalhismo se opuseram a entrar em um Governo liderado pelo Likud e sete dos 13 deputados que o Partido Trabalhista conseguiu nas últimas eleições manifestaram oposição a um pacto como o alcançado esta manhã.

Segundo o acordo alcançado hoje, o novo Governo deverá desenhar um plano para a paz no Oriente Médio, continuar com as negociações de paz e se comprometer a respeitar os acordos assinados por Israel até o momento, além de "fazer cumprir a lei" sobre os assentamentos judaicos na Cisjordânia.

Leia mais sobre: Israel

    Leia tudo sobre: israel

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG