Netanyahu defende Estado palestino desmilitarizado

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, se disse neste domingo disposto a aceitar a criação de um Estado palestino desmilitarizado que reconheça Israel como Estado do povo judaico.

AFP |

"Se recebermos garantias sobre a desmilitarização e se os palestinos reconhecerem Israel como o Estado do povo judaico, então alcançaremos uma solução baseada em um Estado palestino desmilitarizado", declarou Netanyahu em um discurso de política externa pronunciado na Universidade Bar Ilan, próximo a Tel Aviv.

"A cada um a sua bandeira, a cada um o seu hino (...) O território concedido aos palestinos não terá Exército, não terá controle do espaço aéreo, não terá entrada de armas, nem a possibilidade de estabelecer alianças com o Irã ou com o Hezbollah", o movimento xiita libanês, acrescentou Netanyahu.

bur-pa/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG