Néstor Kirchner volta a criticar produtores agropecuários da Argentina

Buenos Aires, 1º jul (EFE).- O ex-presidente da Argentina Néstor Kirchner voltou hoje a criticar os produtores agropecuários, que há mais de três meses travam uma queda-de-braço com o Governo, mas também fez um apelo à unidade.

EFE |

Em um ato na província (estado) de Chaco, o ex-chefe de Estado (2003-2007) atacou aqueles que "bloquearam estradas" e contribuíram para a falta de alimentos nas principais cidades do país.

E, embora não tenha feito nenhuma citação direta, pediu aos legisladores governistas que tenham a coragem de defender no Parlamento o novo imposto às exportações de grãos, responsável pela crise com o setor rural.

"O que está em jogo é a mesa de alimentos dos argentinos", disse o marido da presidente do país, Cristina Fernández de Kirchner.

Depois das críticas, Nestor pediu "unidade" a todos os argentinos e que a população aprenda "conviver em democracia" e a "resolver" de forma pacífica os problemas internos.

"Não vamos chamar para o confronto argentinos que pensam diferente ou estão cegos por seus próprios interesses", declarou Kirchner. EFE cw/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG