Nepal mobiliza guardas alpinistas no Everest para passagem da tocha olímpica

As autoridades do Nepal anunciaram neste domingo a mobilização de forças de segurança especialmente treinadas no seu lado do Monte Everest como precaução frente a possíveis protestos em favor da independência do Tibete quando a tocha olímpica passar pela região no início de maio.

AFP |

"Mobilizamos 25 homens, entre militares e policiais, no Campo II do Monte Everest para garantir a passagem segura da tocha olímpica pelo cume", disse à AFP o porta-voz do Ministério do Interior, Ekmani Nepal.

O porta-voz acrescentou que essas forças de segurança -que receberam um treinamento especial de alpinismo- já chegaram ao Campo II, situado a 6.500 metros de altura.

Uma equipe chinesa deverá conduzir a chama olímpica ao cume da montanha mais alta do mundo, situada entre o Nepal e o Tibete, região sob controle da China, entre os dias 1º e 10 de maio.

A parte tibetana do Everest -que tem 8.848 metros de altura- será fechada às expedições particulares durante o revezamento olímpico.

str/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG