Nepal detém 560 tibetanas em protestos contra China

A polícia nepalesa deteve cerca de 560 mulheres tibetanas, incluindo muitas freiras budistas, durante protestos contra a China neste domingo. No primeiro dia de protestos realizados unicamente por mulheres, três eventos na capital Katmandu foram rapidamente dispersados pela polícia.

BBC Brasil |

Os protestos foram os de maior proporção desde que exilados tibetanos iniciaram manifestações diárias em março.

Manifestantes que usavam pulseiras pretas choravam e gritavam "Queremos um Tibete livre" enquanto eram arrastadas para o interior de viaturas policiais.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG