Neozelandês vende sua alma ao Inferno

WELLINGTON, Nova Zelândia - Um homem neozelandês vendeu sua alma ao Inferno. Ou melhor, à Pizzaria Inferno.

AP |

A cadeia de pizzarias disse na quinta-feira que fez um acordo com Walter Scott, 24, para comprar o certificado de sua alma, pouco depois que o site de leilões que havia concordado com a venda retirou a negociação do ar por causa de reclamações de que era de mau gosto.

Scott ofereceu sua alma no site TradeMe na quarta-feira, dizendo que não tinha encontrado muito uso para ela.

"Eu não posso vê-la, tocá-la ou senti-la, mas posso vendê-la", Scott escreveu no site.

O leilão atraiu cerca de 32,000 visitantes e mais de 100 lances antes de ser removido.

O gerente do TradeMe Michael O'Donnell disse que a companhia recebeu "inúmeras reclamações dos usuários do site".

"Muitas pessoas sentiram que a venda era ofensiva, apesar de nós acharmos que se tratava simplesmente de uma brincadeira", ele disse à Associated Press. "Então nossa equipe decidiu remover a venda".

Segundo ele, o leilão também atraiu muitos lances falsos (enquanto o último lance mostrava o valor de US$3,799, o último lance real era de US$456).

Rachael Allison, chefe de marketing da Pizzaria Inferno, que tem lojas em toda a Nova Zelândia e vende uma imagem ousada, disse que a companhia contactou Scott pouco depois que o leilão foi removido e ofereceu US$3,800 por sua alma.

"A alma pertence a Inferno, não há lugar melhor para ela", disse Allison. "Ele ficou feliz com isso".

O'Donnell havia dito na quarta-feira que o leilão de Scott estava de acordo com as políticas do site porque um objeto físico (o certificado de propriedade) trocaria de mãos.

Em 2001,o estudante universitário americano Adam Burtle tentou vender sua alma no eBay, mas o leilão foi impedido pelo site que afirmou que algo tangível teria que ser negociado para tornar a venda viável.

Allison disse que irá até a casa de Scott na ilha de Wanganui na sexta-feira para "pegar a alma, ou pelo menos o certificado de propriedade".

O certificado ficará pendurado na parede da matriz da pizzaria na cidade de Auckland e uma imagem publicada em seu site.

"Nós teríamos adorado comprar sua alma no mundo virtual para torná-la imortal",  ela disse.

Leia mais sobre: internet

    Leia tudo sobre: internet

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG