caça ao tesouro - Mundo - iG" /

Neozelandês rejeitado por noiva oferece anel em caça ao tesouro

Com um anel de noivado de diamantes de mais de R$ 6 mil, o neozelandês Anthony Gardiner esperava não ter problemas para convencer a namorada a se casar com ele. Mas ela rejeitou o pedido, e agora ele pretende doar o anel, avaliado em 5 mil dólares neozelandeses (cerca de R$ 6,3 mil), a algum desconhecido.

BBC Brasil |

Para isso ele fará uma "caça ao tesouro" no próximo sábado.

Gardiner, de 29 anos, pretende esconder o anel em algum lugar da cidade de Wellington, onde vive, e passar pistas da localização por meio de sua conta no Twitter.

O Twitter é um site de relacionamento que permite aos usuários colocar mensagens curtas, de até 140 caracteres, que podem ser vistas por seus "seguidores" - outros usuários que se cadastram para recebê-las.

Loteria
Em uma mensagem postada nesta quarta-feira no site, ele diz: "Espero que neste sábado eu possa ajudar alguém a ganhar um pouco na loteria".

Em declarações à imprensa neozelandesa, Gardiner disse ter comprado o anel após conhecer uma garota a qual pensava que seria a mulher da sua vida, mas que, ao propor o casamento, "ela não estava tão afim".

Como o anel havia sido comprado durante uma viagem a Hong Kong, ele diz que não podia devolvê-lo. Ele também descartou vendê-lo. "Como você se sentiria se seu parceiro te desse um anel e você descobrisse que ele é de segunda mão?", pergunta.

Gardiner não considerou a possibilidade de guardar o anel até que pudesse oferecer a outra mulher. "Obviamente este é um anel que trouxe muito azar para mim", disse.

Acaso
Ele havia planejado simplesmente esconder o anel em algum lugar de Wellington esperando que alguém o encontrasse por acaso, mas teve no meio tempo a idéia de promover a caça ao tesouro.

"Espero que minha caça ao tesouro em Wellington neste sábado se transforme em uma diversão para todos no estilo (dos cômicos americanos) Dom Deluise e Mel Brooks", disse ele em uma mensagem no Twitter na terça-feira.Ele pretende esconder o anel no sábado de manhã e colocar a primeira mensagem sobre seu paradeiro no Twitter às 8h (17h de sexta-feira em Brasília). Novas pistas deverão ser postadas regularmente ao longo do dia, até que alguém encontre o anel.

Se ao final do dia o anel não tiver sido descoberto, ele pretende tornar as pistas mais diretas e reveladoras. Gardiner vai observar o local à distância.

A caça ao tesouro vem atraindo um grande número de seguidores à conta de Twitter de Gardiner. Na manhã desta quarta-feira, ele já tinha 644 seguidores, mais do que o dobro do que tinha na véspera.

Diante do interesse sobre sua caça ao tesouro, Gardiner disse esperar que o ganhador seja alguém "disposto, que tenha encontrado uma garota legal e que queira dar a ela algo que normalmente não teria condições".

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG