Nenhum conflito latino-americano é insuperável, diz líder ibero-americano

Lima, 15 mai (EFE) - O secretário-geral ibero-americano, Enrique Iglesias, afirmou hoje que nenhum dos dois ou três conflitos existentes entre países da América Latina é insuperável, e os qualificou de casos minoritários e devidos a questões pessoais ou históricas.

EFE |

"Sim, há conflitos, mas vamos superá-los, porque nunca houve tanta mobilidade e capacidade de cooperação como agora entre países da América Latina", disse Iglesias em entrevista coletiva após discursar na 2ª Cúpula Empresarial América Latina-Caribe-União Européia (EU-LAC, em inglês).

Entre as crises abertas, destacam as diferenças entre Bolívia, Peru e Colômbia pela negociação comercial da Comunidade Andina (CAN) com a UE, rejeitada pelo Governo do boliviano Evo Morales.

Também há o conflito gerado pela incursão de tropas colombianas ao Equador, em 1º de março, para acabar com um acampamento das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), que terminou com a morte de 26 pessoas, entre elas o número dois da organização, "Raúl Reyes".

Iglesias não quis comentar possíveis raízes ideológicas em nenhuma das crises abertas, e se limitou a apontar que "é preciso aceitar a diversidade da América Latina e respeitar que cada governante queira aplicar suas fórmulas" para o desenvolvimento. EFE met/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG