Negociadores têm acesso a inventário nuclear norte-coreano, dizem EUA

Kioto (Japão), 27 jun (EFE).- O principal negociador nuclear americano, Christopher Hill, assegurou que a China disponibilizou hoje a declaração nuclear norte-coreana a todos os países envolvidos nas negociações de seis lados.

EFE |

A declaração foi entregue na quinta-feira pelas autoridades norte-coreanas à China, com seis meses de atraso sobre o prazo previsto, e contém, segundo Hill, detalhes dos programas nucleares e de materiais para construir bombas.

O conteúdo do inventário nuclear ainda não foi divulgado, mas o próprio Hill assegurou esta semana que não conteria detalhes das armas nucleares do regime comunista, o que ficará para outra fase.

O negociador americano afirmou que as autoridades chinesas lhe comunicaram que o inventário estaria disponível para os EUA e os demais negociadores a partir de 0h30 (de Brasília).

Participam das negociações de seis lados as duas Coréias, a China, o Japão, a Rússia e os Estados Unidos.

Hill disse também que os EUA vão trabalhar para que a Coréia do Norte cumpra seu compromisso de desnuclearização, e advertiu que "ainda falta muito trabalho a fazer".

O negociador nuclear americano insistiu na posição de seu país de que a desnuclearização norte-coreana deve ser acompanhada de uma "verificação".

Além disso, afirmou que compreende a preocupação japonesa sobre seus cidadãos seqüestrados pelo regime norte-coreano nos anos 70 e 80.

"Estamos preocupados com a questão dos seqüestros, o presidente (George W. Bush) disse que o assunto não será esquecido", concluiu.

EFE icr/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG