Jacarta, 4 dez (EFE).- O negociador dos Estados Unidos para o tema nuclear, Christopher Hill, se reuniu hoje, em Cingapura, com o vice-ministro de Assuntos Exteriores norte-coreano, Kim Kye Gwan, com quem colocou as bases para a reunião multilateral da próxima segunda-feira em Pequim.

O encontro, realizado na Embaixada dos EUA, é a mais importante das preparatórias bilaterais que Hill manteve com os outros países envolvidos nas negociações - China, Japão, Coréia do Sul, Coréia do Norte e Rússia -, informou o jornal local "The Straits Times".

Estava na agenda o mais recente objeto de conflito entre os dois Governos: a coleta de amostras de material por parte dos Estados Unidos nos complexos nucleares da Coréia do Norte.

Enquanto Washington sustenta que Pyongyang aceitou esse ponto, a princípio, a Coréia do Norte afirma que esse aspecto não faz parte de nenhum acordo prévio dentro das conversas multilaterais.

Ao chegar a Cingapura hoje, proveniente de Tóquio, onde se reuniu com representantes japoneses e sul-coreanos, Hill defendeu que o protocolo de verificação do processo de desnuclearização sirva para "esclarecer", e não para provocar "mal-entendidos".

Os dois negociadores devem falar do calendário para a inabilitação de Yongbyon, o maior complexo nuclear norte-coreano, e os prazos de entrega da ajuda energética que os outros países das negociações se comprometeram a entregar à Coréia do Norte em troca do abandono do programa nuclear de Pyongyang.

Estes dois assuntos serão também elementos-chave das conversas que começarão na segunda-feira, em Pequim, mas ainda não houve confirmação oficial por parte do Governo chinês.

Hill e Kim já tinham se reunido no início de outubro para debater o processo de verificação do programa nuclear norte-coreano. EFE jpm/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.