As negociações entre o Hamas e Israel para uma troca de prisioneiros na qual está envolvido o soldado israelense Gilad Shalit foram interrompidas, segundo um dirigente do Hamas, Mahmud Zahar, falando à BBC.

"Depois da interferência do primeiro-ministro israelense, Benyamin Netanyahu, houve uma grande regressão nas negociações. Por isso foram interrompidas", afirmou, acrescentando, no entanto, que o Hamas continua interessado em alcançar um acordo.

Apesar de Israel estar, segundo a imprensa, preparado para libertar cerca de 450 prisioneiros em troca de Shalit, Netanyahu afirmou que não libertará vários palestinos proeminentes que o Hamas quer que façam parte do acordo.

Shalit, um soldado de 23 anos, foi capturado em 25 de junho de 2006 na fronteira com a Faixa de Gaza por um comando palestino do qual faziam parte combatentes do Hamas.

Leia mais sobre Hamas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.