Negociações no Zimbábue prosseguirão, afirma Mbeki

O ex-presidente sul-africano Thabo Mbeki, mediador das negociações para tentar salvar um acordo para a divisão do poder no Zimbábue, declarou nesta sexta-feira que o diálogo não está bloqueado e que prosseguirá na segunda, na Swazilândia.

AFP |

"As negociações continuam. Não diria que estão bloqueadas. Na segunda-feira, vamos nos reunir com a tróica da SADC (órgão de segurança da Comunidade de Desenvolvimento da África austral), em Mbabane", disse Mbeki.

"Os problemas podem ser resolvidos por si mesmos, muito facilmente", destacou.

O líder da oposição zimbabuana, Morgan Tsvangirai, declarou hoje que as negociações para a formação de um futuro governo com o presidente Robert Mugabe, "fracassaram", após quatro dias de discussões.

"Lamentavelmente, depois de quatro dias de negociações intensas, fracassaram no tema principal, a divisão equitativa dos cargos ministeriais e a composição do gabinete", informou o chefe do Movimento pela Mudança Democrática (MDC), após oito horas de tratativas.

Tsvangirai disse que a situação está em "ponto morto", e pediu a intervenção da União Africana (UA) e da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC).

Mugabe estimou que as negociações para tratar de salvar o acordo de divisão do poder "foram encaminhadas no sentido errado".

"Vamos fazer uma declaração completa na manhã de sábado. Vamos detalhar as negociações e dizer que direção pretendemos tomar. Não queremos antecipar o que vamos dizer", revelou à imprensa o chefe de Estado.

gm-ale/ap/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG