Navios chineses começam missão contra piratas somalis

Pequim - Os três navios da marinha chinesa enviados para combater piratas nas águas da Somália, na primeira missão da história de embarcações de guerra chinesas fora do Pacífico, fizeram com sucesso sua tarefa de escolta, informou hoje a imprensa local.

EFE |

Os dois destróieres e o navio de apoio que formam o contingente chinês escoltaram ontem três navios chineses e um de Hong Kong em sua passagem pelo Golfo de Áden, informou o diário "South China Morning Post".

Os navios de guerra chineses chegaram ontem às águas da Somália após dez dias de viagem desde o país asiático, de onde partiram em 26 de dezembro.

O aumento dos ataques de piratas no Golfo de Áden motivou o envio à zona de navios de guerra de diversos países, entre eles de França, Grécia, Reino Unido, Alemanha e Itália.

Leia mais sobre: piratas

    Leia tudo sobre: piratas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG