Navio fretado por manifestantes contra bloqueio israelense chega à Gaza

Gaza, 9 dez (EFE) - O quarto navio fretado pelo movimento Libertem Gaza para denunciar o bloqueio israelense à Faixa chegou hoje à tarde ao porto da capital deste território palestino. Com bandeira do Chipre e 11 ativistas a bordo, a embarcação chegou com uma tonelada de medicamentos e leite em pó que será distribuída entre os habitantes de Gaza, informou a organização em comunicado. São produtos escassos neste território de 1,5 milhão de habitantes desde que Israel iniciou seu bloqueio à faixa, após o movimento islâmico Hamas ter tomado a região à força em junho de 2007. Os passageiros, que foram recebidos por membros do Comitê Popular contra o Bloqueio de Gaza, são ativistas europeus pelos direitos humanos, trabalhadores humanitários e acadêmicos, assim como dois palestinos, um deles com cidadania israelense, explicou à Agência Efe a coordenadora em Gaza do projeto, Caoimhe Butterly. Os palestinos de Gaza não precisam de caridade, mas de uma ação política eficaz que mude sua vida e acabe com a ocupação (...

EFE |

) Viremos várias vezes até que o mundo quebre seu silêncio e rompamos este cerco de uma vez por todas", disse, por sua parte, o líder da delegação, Lubna Masarwa.

Os ativistas internacionais planejam inicialmente ficar na faixa até quinta-feira, afirmou Butterly.

Os navios se transformaram em um recorrente ato simbólico de solidariedade para com o povo palestino e denuncia um bloqueio que deixou Gaza "à beira de uma crise humanitária", segundo a ONU.

As autoridades israelenses impedem quase totalmente os acessos a Gaza, incluído por mar e ar. EFE sar/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG