Uma fragata da Marinha espanhola interceptou um barco com nove supostos piratas a bordo, suspeitos de serem os autores do ataque a um transatlântico italiano no sábado passado na altura da Somália, informou nesta segunda-feira o Ministério da Defesa espanhol.

A fragata "Numancia", que integra a força naval da União Europeia (UE) no combate à pirataria na costa da Somália "interceptou um barco com nove ocupantes que podem estar relacionados à tentativa de sequestro do cruzeiro italiano".

O "Melody" foi atacado por seis piratas armados com fuzis Kalashnikov a bordo de uma pequena embarcação. Os criminosos não conseguiram abordar o transatlântico, no qual viajavam 991 passageiros e 536 tripulantes, depois que o capitão do barco conseguiu manobrar para impedir o ataque, afirmou o comandante Ciro Pinto à agência italiana Ansa no domingo passado.

gr/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.