Navio encalha na Antártica com 89 turistas a bordo

O navio Ciudad de Ushuaia encalhou nesta quinta-feira ao nordeste da Península Antártica, com 89 passageiros e 33 tripulantes a bordo, e aguarda o socorro de duas embarcações da Marinha chilena, Lautaro e Aquiles, revelaram as autoridades navais.

AFP |

O navio, de bandeira panamenha, ficou encalhado em uma rocha. Não apresenta risco de naufrágio e, até agora, não há informações de qualquer civil ferido, anunciou a nota divulgada pela Marinha chilena, que também enviou dois helicópteros para apoiar os trabalhos de resgate.

"(Os navios) atenderão às necessidades que se apresentarem no lugar. Ambas as unidades se encontravam no continente branco, desempenhando funções da Campanha Antártica da Marinha chilena", esclareceu o texto.

O resgate será feito junto com a Marinha argentina, que ordenou a partida imediata do navio "Suboficial Castillo".

"Os passageiros não estão em perigo e o navio permanece estável. Não há risco de naufrágio", afirmou Mariano Mémolli, chefe da argentina Direção Nacional para a Antártica (DNA).

Entre os passageiros há muitos estrangeiros, incluindo de Bélgica, Grã-Bretanha, Irlanda, Alemanha, França, Itália, Suíça, Estados Unidos, Nova Zelândia, Austrália, China, Espanha e Chipre, informou a Marinha argentina.

O comandante do navio encalhado, Jorge Aldegueri, disse que "os passageiros e a tripulação estão em perfeito estado" e devem ser resgatados nesta sexta-feira.

O navio é utilizado por uma empresa argentina, que realiza viagens de turismo à Antártica a partir de Ushuaia.

jos/tt/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG