Navio contra o bloqueio em Gaza transportará deputados muçulmanos

Gaza, 13 nov (EFE).- Um grupo de deputados muçulmanos partirá para a Faixa de Gaza nas próximas semanas para denunciar o bloqueio israelense ao território palestino, seguindo o mesmo procedimento usado desde junho por outros três grupos de ativistas internacionais, anunciaram hoje os coordenadores.

EFE |

Jamal al-Khodari, presidente de um comitê popular contra o cerco à Faixa de Gaza, disse hoje que essa informação foi passada por membros kuwaitianos do Fórum Internacional de Parlamentares Muçulmanos, que embarcarão no Chipre junto com outros integrantes desse organismo.

"O fórum formou um comitê para preparar a viagem, que será a primeira islâmica", disse Khodari.

A viagem acontecerá depois das três organizadas entre agosto e outubro deste ano pelo movimento "Free Gaza", com sede nos Estados Unidos, com jornalistas, deputados e ativistas pelos direitos humanos a bordo.

O objetivo é denunciar perante a opinião pública internacional o cerco imposto por Israel à Faixa de Gaza, um território com 1,5 milhão de habitantes, desde que o movimento islâmico Hamas assumiu o controle local, em junho de 2007.

Para evitar um escândalo midiático, Israel - que controla as águas territoriais que banham a Faixa de Gaza - permitiu a chegada das embarcações anteriores. EFE bar-ap/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG