Navio chinês com armas para o Zimbábue dá meia-volta

Uma navio com um carregamento de armas chinesas para o Zimbábue recebeu ordens de voltar para a China, informaram as autoridades de Pequim.

AFP |

"Pelo que sei, a companhia chinesa decidiu trazer de volta o navio", disse a porta-voz do ministério chinês das Relações Exteriores, Jiang Yu.

Os Estados Unidos pediram na terça-feira à China que ordenasse o retorno do navio e renunciasse a futuras vendas de armas ao Zimbábue.

O governo zimbabuano enfrenta fortes pressões internas e externas, ante a recusa da Comissão Eleitoral de revelar os resultados das eleições de 29 de março, que tiveram a candidatura do presidente Robert Mugabe, no poder desde 1980.

frb/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG