Moscou, 18 mar (EFE).- O módulo de descida da nave russa Soyuz TMA-16, com o russo Maxim Surayev e o americano Jeff Williams a bordo, aterrissou sem problemas hoje nos campos do Cazaquistão, informou o Centro de Controle de Voos (CCVE) da Rússia.

A nave, que tinha se desacoplado da Estação Espacial Internacional (ISS) três horas antes, retornou à Terra às 8h25 (de Brasília), pousando cerca de 60 quilômetros a nordeste da cidade de Arkalyk (Cazaquistão).

É a primeira vez nos quase dez anos de história da plataforma orbital tripulada que um dos módulos da Soyuz retorna vazio. Ele foi reservado para transportar contêineres com resultados das pesquisas científicas.

A cápsula se separou da nave às 10h57 (de Brasília) e ingressou na atmosfera terrestre a 140 quilômetros de altura sobre o Mar Mediterrâneo.

A aterrissagem foi acompanhada por diversas equipes de resgate, com o apoio de 12 helicópteros militares e três aviões, informou a agência oficial "Itar-Tass".

Surayev e Williams permaneceram 169 dias, quatro horas e oito minutos na plataforma orbital. Foi a primeira viagem do cosmonauta russo e a terceira do astronauta americano.

Durante a permanência na ISS, eles receberam dois cargueiros "Progress", duas naves e participaram das manobras de desencaixe e reencaixe da mesma nave em que retornaram à Terra.

O cosmonauta russo também realizou uma saída ao espaço junto com o colega Oleg Kotov.

Nos seis meses na plataforma orbital, o cosmonauta russo publicou 100 posts em seu blog no site da agência espacial russa Roscosmos.

Surayev narrou a vida a bordo da plataforma e respondeu a perguntas dos leitores.

O russo Kotov, como comandante, o engenheiro de bordo japonês Soichi Noguchi e o astronauta da Nasa Timothy Creamer, que chegaram à plataforma no final de dezembro, permaneceram a bordo.

A tripulação ficará completa no mês que vem, com a chegada dos três astronautas da expedição número 24, que deve partir no dia 2 de abril. EFE egw/pb-sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.