Nave Endeavour volta à terra após 16 dias no espaço

A nave espacial Endeavour voltou à terra neste domingo após uma movimentada missão no espaço para consertar partes da Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês). O local de pouso da espaçonave foi alterado do estado americano da Flórida para a base da força área Edwards, em outro estado americano, a Califórnia, por causa do mau tempo.

BBC Brasil |

A Endeavour tocou o solo em um pouso considerado perfeito às 13h25, no horário local (19h25, no horário de Brasília).

A missão foi estendida em um dia porque a Nasa queria que a equipe da nave consertasse uma máquina que produz água potável a partir de urina.

A nave, com sete tripulantes, foi pilotada pelo comandante Christopher Ferguson.

"Bem-vindos de volta. Foi uma forma maravilhosa de encerrar um vôo fantástico", disse o controlador da missão pelo rádio.

"E nós estamos felizes de estar aqui na Califórnia", respondeu Ferguson.

Bolsa perdida no espaço
A missão da Endeavour permaneceu 16 dias no espaço.

O equipamento que fornece água potável a partir da urina dos astronautas falhou várias vezes desde que foi entregue há duas semanas.

O comandante da ISS, Mike Fincke, supervisionou os trabalhos no sistema de regeneração de água, que destila, filtra, ioniza e oxida água suja - incluindo urina - produzindo água limpa.

Antes disso, a centrífuga do sistema - utilizada para separar partículas sólidas de líquidas como parte do processo de destilação - ficou desregulada, girando e fechando antes do ciclo normal de quatro horas estar completo.

A Nasa precisa do sistema funcionando bem antes de aumentar a equipe da estação dos atuais três para seis tripulantes, o que está previsto para ocorrer em maio de 2009.

Os astronautas também participaram de quatro caminhadas espaciais para consertar um mecanismo que deveria manter os painéis solares da espaçonave apontados em direção ao sol.

Os trabalhos demoraram mais do que o esperado porque a astronauta Heide Stefanyshyn-Piper perdeu sua bolsa de ferramentas durante a primeira caminhada espacial.

Também neste domingo, uma aeronave russa chegou à ISS para fornecer comida, roupas e presentes de Natal.

O engenheiro de vôo russo Yury Lonchakov dirigiu a nave Progress com a ajuda de um controle remoto para um porto da ISS após o sistema automático ter falhado.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG