Vítimas retornavam de funeral de parente quando acidente causado por fortes ventos aconteceu na noite de domingo

O naufrágio de sete embarcações no domingo em um lado no sudeste de Togo deixou ao menos 36 mortos, disseram testemunhas e a polícia de Aneho. O acidente aconteceu após os barcos terem sido atingidos por rajadas de vento.

"Até a noite de domingo foram recuperados 36 corpos", declarou à AFP um policial que pediu anonimato. "Eram sete embarcações. A maior transportava a maioria dos passageiros. As outras seis eram canoas pequenas", afirmou a mesma fonte.

Os moradores da localidade de Togo-Komé retornavam do funeral de um parente no vilarejo de Ekpui quando o acidente aconteceu na noite de domingo.

As duas localidades estão separadas pelo lago Togo, 40 km ao leste da capital Lomé. "O acidente aconteceu entre 16h15 e 16h30 de domingo. As embarcações viraram em consequência dos ventos violentos", afirmou o policial.

Rodovias e ferrovias precárias obrigam muitos na África a utilizar os lagos e rios do continente como forma de transporte, mas acidentes são comuns e frequentemente provocados pela superlotação e a falta de manutenção dos barcos.

*Com Reuters e AFP

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.