Naufrágio no Líbano: chances de encontrar sobreviventes são mínimas

Três dias após o naufrágio de um navio panamenho ao largo do Líbano, as chances de encontrar sobreviventes são mínimas, avaliou neste domingo o administrador do porto de Trípoli, Ahmad Tamer.

AFP |

"Os esforços dos socorristas continuam, mas as chances de encontrar sobreviventes são mínimas", declarou Tamer à AFP, destacando que um corpo foi descoberto neste domingo na costa de Lattaquié, na Síria.

Desde quinta-feira, 40 dos 83 passageiros do "Danny F II", um navio procedente do Uruguai que estava indo para a Síria, foram resgatados com vida, e 12 corpos foram encontrados. Trinta e uma pessoas ainda estão desaparecidas.

O último sobrevivente, um filipino, foi encontrado sábado pelas autoridades sírias ao largo de Tartus, na Síria.

Os sobreviventes são em maioria paquistaneses, filipinos e uruguaios. Um libanês, um russo e um ucraniano também foram resgatados.

O "Danny F II", que transportava milhares de cabeças de gado, afundou durante uma tempestade.

oi/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG