Naufrágio deixa pelo menos 17 mortos na Macedônia

SKOPJE - Pelo menos 17 pessoas morreram neste sábado no naufrágio de um barco macedônio, no qual viajavam em sua maioria turistas búlgaros, no lago de Ohrid, sudoeste da Macedônia.

Redação com agências internacionais |

O barco "Iliden" estava a 200 metros da costa quando afundou por motivos desconhecidos. Pelo menos 50 passageiros estavam a bordo.

AP
Mergulhadores trabalham no resgate de turistas

O "Iliden" era um dos barcos mais antigos a navegar no lago de Ohrid. Segundo testemunhas, a embarcação, de pelo menos 30 anos, se partiu em duas. Segundo a polícia de Ohrid e testemunhas, a embarcação foi a pique em apenas três minutos, em um lugar com profundidade de cerca de 20 metros.

O presidente e o primeiro-ministro macedônios George Ivanov e Nikola Gruevski, assim como os ministros do Interior, Gordan Jankulovski, dos Transportes, Mile Janakievski, da Defesa, Zoran Konjanovski, e da Saúde, Bujar Osmani, viajaram para a região.

O governo da Bulgária enviou dois aviões ao lago Ohrid para repatriar os corpos de pelo menos 12 búlgaros que morreram. Entre os mortos, estão o proprietário da embarcação e seu capitão, segundo fontes.

AP
Barco afundou em três minutos com cerca de 50 pessoas a bordo

"Estamos investigando as causas do acidente. Ainda está em andamento a operação de resgate", disse um porta-voz a polícia de Skopje.

Os turistas dos acampamentos e hotéis que estavam nas praias foram de botes e lanchas para salvar os acidentados", disseram testemunhas da tragédia.

Tanto a cidade de Ohrid quanto o lago, no sudoeste da Macedônia, são há décadas o principal destino turístico desta antiga república iugoslava de 2 milhões de habitantes, É o primeiro naufrágio com vítimas neste lago, que este ano atraiu 15% a mais de turistas estrangeiros que em 2008.

*Com informações da EFE e AFP

Leia mais sobre naufrágio

    Leia tudo sobre: macedonianaufrágio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG